Grupo Femen Brasil protesta contra os assassinatos de mulheres em São Paulo

Ativistas do grupo Femen Brasil protestaram no bairro da Liberdade, região central da capital paulista, na quinta-feira (31.01.13), contra os assassinatos ocorridos na zona leste de  São Paulo.

Quatro integrantes do grupo organizaram uma manifestação, na qual pintaram seus corpos e levaram cartazes com frases de repúdio aos crimes, tais como “se você broxar, não tente nos matar”, “fui prostituta, mereço morrer?”.

Cartazes faziam alusão às declarações do autor dos crimes na Zona Leste (Foto: Ale Vianna/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo)

Cartazes faziam alusão às declarações do autor dos crimes na Zona Leste (Foto: Ale Vianna/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo)

Os crimes foram cometidos por Eduardo Sebastião do Patrocínio, de 42 anos. Preso na terça-feira (29.01.13), Eduardo confessou ter assassinado, entre 2010 e janeiro deste ano, cinco mulheres que, segundo ele, eram garotas de programa em São Paulo. Ainda de acordo com ele, os crimes foram cometidos “por raiva”, uma vez que não conseguia manter relações sexuais com as mulheres e por isso as esganava. A polícia acredita que o número de vítimas pode ser maior.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: