Educação Popular e Etnografia e pesquisas com prostitutas

As contribuições da Educação Popular e da Etnografia nas pesquisas realizadas em diálogo com prostitutas foi tema de seminário realizado na UFSCar. Os pesquisadores participantes Fabiana Rodrigues de Sousa (UNISAL), Flávia do Carmo Ferreira (CLARETIANO), José Miguel Olivar (PAGU/Unicamp) e Susanne Hofmann (University of Leeds e PAGU/Unicamp) apontaram aspectos que devem ser levados em consideração nas pesquisas desenvolvidas com mulheres que exercem prostituição, tais como identificar qual a concepção da mulher participante da pesquisa sobre sua prática, estudo dos conceitos prostituição e mercado do sexo, desenvolvimento de convívio metodológico e dialogicidade com participantes da pesquisa, dentre outros.

DSC00417

Participaram do evento estudantes de cursos de graduação (Ciências Sociais, Linguística, T.O, Psicologia) da UFSCar, estudante do curso de graduação em Direito (USP), estudante de curso de pós-graduação UFF, professor do Colégio CAASO e professora da PUC-SP.

DSC00426

DSC00421

Anúncios

Seminário debaterá metodologia de pesquisa com prostitutas – 16 de setembro na UFSCar

O evento visa a propiciar reflexões acerca de metodologias de pesquisa capazes de promover relações horizontais e dialógicas entre pesquisadores e participantes de pesquisa que exercem trabalho sexual.  O seminário contará com a participação dos pesquisadores Fabiana Rodrigues de Sousa (PPGE/Unisal), Flávia do Carmo Ferreira (Claretiano), José Miguel Nieto Olivar (Núcleo PAGU – Unicamp) e Susanne Hofmann (Núcleo PAGU – Unicamp).

LOCAL: Laboratório Interdisciplinar de Ensino (LIE) –  Departamento de Metodologia de Ensino (área sul – UFSCar)

DATA: 16 de setembro das 14h às 17h.

OBS: A participação é gratuita e aberta a todas as pessoas interessadas. Não é preciso fazer inscrição previamente.

Slide1