GEMPAC completa 25 anos de existência e luta pelos direitos das prostitutas

Em 01 de maio, o Grupo de Mulheres Prostitutas do Estado do Pará – GEMPAC – comemorou 25 de existência e militância na busca por direitos e protagonismo da mulher prostituta. O dia foi comemorado, em Belém do Pará, ao som de poemas, música e contou com o calor e aconchego de uma abraço coletivo em volta da sede e um beijaço.

Lurdes Barreto, fundadora do Grupo abriu o evento falando da importância do GEMPAC, de sua luta por direitos, igualdade e respeito.

 

 

Garota de programa Lola Benvenutti lança livro “O prazer é todo nosso”

A garota de programa Lola Benvenutti conhecida por narrar em seu blog experiências vivenciadas no exercício da prostituição lançará em agosto livro intitulado “O prazer é todo nosso” pela editora MosArte.

De acordo com matéria lançada no jornal Folha de São Paulo, o livro apresenta não apenas relatos dos programas realizados por Lola, mas também a defesa da autora da liberdade sexual que afirma “faço o que faço porque gosto, porque sou mulher, porque sou humana e tenho o direito de traçar o meu próprio caminho.”

PUTA DEI é comemorado em diversas cidades do Brasil

O PUTA DEI é um evento criado para celebrar o dia 2 de junho – Dia Internacional da Prostituta. O trocadilho do nome – PUTA DEI –  com as palavras day (dia) e dei (conjugação do verbo dar) mostra a irreverência e criatividade das prostitutas, em busca por sua autonomia e autodeterminação.

O evento foi (e ainda será) celebrado em diferentes cidades do Brasil. Em Nitéroi/RJ e São Paulo/SP a data foi comemorada com desfile da DASPU com o lançamento da coleção DASPU na Copa. Em Campinas, além do desfile houve também debate sobre regulamentação da profissão da prostituta. Em Belém do Pará, no GEMPAC – que idealizou esse evento – o dia foi comemorado com muita festa e intervenções artísticas.

Já em Belo Horizonte, na rua Guaicurus (na sede da APROSMIG), houve show, djs e seção de fotos, como pode ser visto no vídeo abaixo.

Centro Cultural (Vergueiro) exibe mostra de filmes sobre prostituição

O Centro Cultural São Paulo (Vergueiro) exibe sessões de filmes que abordam a prática da prostituição. A mostra ficará em cartaz entre os dias 20 de maio e 1º de junho, com ingressos a R$ 1.

A mostra é composta pela exibição de 15 filmes e tem como objetivo atualizar o debate sobre a representação da prostituição em diversas épocas e segmentos do cinema, sob olhares de diferentes nacionalidades.

Dentre os filmes estão “Simon Killer” e “A glória das prostitutas” do austríaco Michael Glawogger, a produção brasileira “Noite Vazia” de Walter Hugo Khouri, o filme “Confissões de uma garota de programa” de Steven Soderbergh que conta com a participação de Sasha Grey – escritora e atriz pornô, além da recente produção “Jovem e bela” de François Ozon. 

A programação está disponível em:  

http://www.centrocultural.sp.gov.br/programacao_cinema_mostra_prostituta.html

Endereço: R. Vergueiro, 1000, Liberdade – Oeste,  São Paulo – fone: (11) 3397-4002/Próximo a Estação Vergueiro (Metrô – Linha 1 Azul)

Começa hoje Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo

De 22 a 30 de agosto ocorre, na cidade de São Paulo, o 24º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo. O Festival é organizado pela Associação Cultural Kinoforum e contará com a exibição de curtas em diferentes salas da cidade: no Museu da Imagem e Som (MIS), na Cinemateca Brasileira, no CineSesc, no Espaço Itaú Augusta, no Centro Cultural São Paulo, no Cine Olido e no CinUSP Paulo Emílio.

O endereço e telefone de cada sala de exibição, bem como a programação completa do evento estão disponíveis no site: http://www.kinoforum.org.br/curtas/2013/endereco-das-salas

 

Vídeo “Luta pelos direitos das prostitutas”

O Documento Yahoo exibiu, em julho, o vídeo “Luta pelos direitos das prostitutas”, com participação de Cida Vieira – presidente da Associação de Prostitutas de Minas Gerais (APROSMIG). Cida, filha de policiais em Belo Horizonte, comenta que largou outras profissões como a de bancária para dedicar-se ao exercício da prostituição.

 

 

Filme “Um beijo para Gabriela” será exibido no Cine Pagu

Nesta quinta-feira (20 de junho),  o Cine Pagu exibirá o filme “Um beijo para Gabriela” de Laura Murray.  O filme retrata a campanha de Gabriela Leite, em 2010, à deputada federal. Gabriela foi a primeira prostituta de quem se tem notícia a concorrer a um mandato no Congresso Nacional brasileiro.  Para mais informações sobre o filme acessar: http://www.umbeijoparagabriela.com

Após exibição do filme será realizada uma mesa redonda com a presença da diretora Laura Murray, da Gabriela Leite (ativista do movimento nacional de prostitutas e fundadora da grife DASPU) e do antropólogo José Miguel Olivar (pós-doutorando, pesquisador do Núcleo PAGU e autor do livro “Devir Puta: políticas da prostituição na experiência de quatro mulheres militantes”).

Cine Pagu - Um beijo para Gabriela

 

 

 

 

V Marcha pelo reconhecimento do trabalho sexual é realizada em Lima – Peru

2 de junho

Celebrando o dia 2 de junho como Dia Internacional do Trabalho Sexual, a Associação de Trabalhadoras Sexuais Miluska Vida e Dignidade, o Movimento de Trabalhadoras Sexuais do Peru e a Mesa LTGB e TS de Lima Metropolitana convocaram a V Marcha pelo reconhecimento do trabalho sexual.  As e os participantes se concentraram no Campo de Marte e seguiram pelas avenidas do Centro Histórico até a Praça San Martín.

@s participantes enfatizaram o reconhecimento do trabalho sexual como um direito trabalhista. Um dos lemas que marcou a marcha foi  “Chega de estigma e discriminação!” A marcha foi uma oportunidade de sensibilizar a comunidade sobre as distintas agressões e abusos policiais que sofrem constantemente @s trabalhador@s sexuais, pois as normas legais não têm garantido a proteção e os direitos desse segmento social.

Segue, abaixo, vídeo da Marcha:

 

_____________________________________

Fonte: http://www.ciudadaniasx.org/?09-peru-se-realizo-en-lima-la

Bairro de Belém do Pará promove partida do orgulho gay

Campinho do bairro do Parque Verde em Belém do Pará promove partida do orgulho gay. O jogo foi realizado entre as equipes As Divas de Belém do Pará e As Panteras do município de Acará.

Segue abaixo, vídeo exibido no programa Fora do Eixo da Sportv.

http://http://globotv.globo.com/sportv/fora-do-eixo/t/ultimos/v/campinho-de-bairro-em-belem-do-para-tem-partida-de-futsal-em-nome-do-orgulho-gay/2564632/

 

 

Trabalhadoras do sexo realizam Marcha em 1 de maio no México

Nesse 1 de maio de 2013, cerca de 300 trabalhadoras do sexo marcharam no centro da Cidade do México em defesa do reconhecimento do trabalho sexual como trabalho e em protesto ao novo projeto de lei do Distrito Federal que versa sobre tráfico de pessoas. Se aprovado esse projeto,  “organizações terão a liberdade de estabelecer quem é vítima de tráfico. Isto é muito perigoso porque haverá quem argumente que todas as meninas que estão marchando conscientemente hoje são vítimas” disse Jaime Montejo da Brigada Callejera – organização que defende os direitos das trabalhadoras do sexo.

Durante a Marcha, as pessoas gritavam  “O trabalho sexual não é delinquência”  em alusão a outro grave problema do projeto de lei que é a tipificação criminal do cliente. Isso converte-se em problema, pois se o cliente é considerado criminoso, as pessoas trabalhadoras do sexo passam a ser cúmplices.

Foto: Clayton Conn - In: desinformemonos.org

Foto: Clayton Conn – In: desinformemonos.org

Alma Delia – trabalhadora sexual transgênero da Cooperativa Ángeles en Búsqueda de Libertad, aliada a Rede Mexicana de Trabalho Sexual – afirmou que a lei deve existir, mas é preciso considerar o trabalho sexual e fazer a distinção entre tráfico de pessoas e exercício voluntário da prostituição, pois nem tod@s são vítimas.

Segue abaixo, vídeo da Marcha produzido por Clayton Conn.

 Fonte: http://desinformemonos.org/2013/05/1-de-mayo-del-trabajo-a-la-calle/

Entradas Mais Antigas Anteriores