Educação Popular e Etnografia e pesquisas com prostitutas

As contribuições da Educação Popular e da Etnografia nas pesquisas realizadas em diálogo com prostitutas foi tema de seminário realizado na UFSCar. Os pesquisadores participantes Fabiana Rodrigues de Sousa (UNISAL), Flávia do Carmo Ferreira (CLARETIANO), José Miguel Olivar (PAGU/Unicamp) e Susanne Hofmann (University of Leeds e PAGU/Unicamp) apontaram aspectos que devem ser levados em consideração nas pesquisas desenvolvidas com mulheres que exercem prostituição, tais como identificar qual a concepção da mulher participante da pesquisa sobre sua prática, estudo dos conceitos prostituição e mercado do sexo, desenvolvimento de convívio metodológico e dialogicidade com participantes da pesquisa, dentre outros.

DSC00417

Participaram do evento estudantes de cursos de graduação (Ciências Sociais, Linguística, T.O, Psicologia) da UFSCar, estudante do curso de graduação em Direito (USP), estudante de curso de pós-graduação UFF, professor do Colégio CAASO e professora da PUC-SP.

DSC00426

DSC00421

Seminário debaterá metodologia de pesquisa com prostitutas – 16 de setembro na UFSCar

O evento visa a propiciar reflexões acerca de metodologias de pesquisa capazes de promover relações horizontais e dialógicas entre pesquisadores e participantes de pesquisa que exercem trabalho sexual.  O seminário contará com a participação dos pesquisadores Fabiana Rodrigues de Sousa (PPGE/Unisal), Flávia do Carmo Ferreira (Claretiano), José Miguel Nieto Olivar (Núcleo PAGU – Unicamp) e Susanne Hofmann (Núcleo PAGU – Unicamp).

LOCAL: Laboratório Interdisciplinar de Ensino (LIE) –  Departamento de Metodologia de Ensino (área sul – UFSCar)

DATA: 16 de setembro das 14h às 17h.

OBS: A participação é gratuita e aberta a todas as pessoas interessadas. Não é preciso fazer inscrição previamente.

Slide1

Grupo de pesquisa da UFSCar lança livro sobre processos educativos em práticas sociais

O Grupo de Pesquisa Práticas Sociais e Processos Educativos (UFSCar) lança livro com resultados de pesquisas. O livro intitulado “Processos educativos em práticas sociais: pesquisas em educação”  foi organizado pelas professoras Maria Waldenez de Oliveira (UFSCar) e Fabiana Rodrigues de Sousa (UNISAL).

O lançamento será realizado no bar e restaurante Almanach,  na Avenida São Carlos, 2338, na cidade de São Carlos.

convite_processos

lancamento_processos#ABA483

Professora Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva será homenageada em Seminário na UFSCar

Prof. Dr. Petronilha Beatriz G. e Silva

Prof. Dr. Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva

O Grupo de Pesquisa Práticas Sociais e Processos Educativos e a linha homônima do PPGE (UFSCar) realizam homenagem à professora Doutora Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva por meio do “IV Seminário de Pesquisas em Práticas Sociais e Processos Educativos”. O evento será realizado na Universidade Federal de São Carlos nos dias 26/novembro e 3/dezembro de 2013.

Segue abaixo, programação do evento que é aberto à participação de todas as pessoas interessadas.

4_PSPE_Programação_2013. pdf

Integrante do GETS apresenta pôster no ConEx – X Jornada Científica da UFSCar

A temática do trabalho sexual e direitos humanos foi debatida durante o Congresso de Extensão realizado como parte da X Jornada Científica e Tecnológica da UFSCar.  Pâmela Costa Garcia – integrante do GETS  e  estudante do curso de Licenciatura em Pedagogia – apresentou o pôster intitulado “Percepções de prostitutas sobre trabalho sexual, educação e direitos humanos” que aborda os resultados parciais da atividade de extensão que ela vem desenvolvendo, desde março, com mulheres que prestam serviços sexuais em casas noturnas da cidade de São Carlos .

Pâmela Costa Garcia -  estudante do curso de Pedagogia (UFSCar).

Pâmela Costa Garcia – estudante do curso de Pedagogia (UFSCar).

 

Pâmela e Fabiana - integrantes do GETS

Pâmela e Fabiana – integrantes do GETS

 

Participação social de prostitutas é debatida no GT de Educação Popular da ANPED

DSC07943

A 36ª  Reunião Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED) foi realizada na cidade de Goiânia, no campus da Universidade Federal de Goiânia (UFG)  e teve como temática central o sistema nacional de educação e a participação popular. A participação social de prostitutas foi debatida no GT de Educação Popular a partir da apresentação do trabalho “Participação popular e engajamento de prostitutas na luta por direitos” de autoria de Fabiana Rodrigues de Sousa (GETS).

Marco Ano Cultural Paulo Freire

A Reitora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Margareth Diniz, e o Vice-Governador da Paraíba, Rômulo Gouveia, participaram da abertura do Marco Ano Cultural Paulo Freire, no Auditório da Reitoria da UFPB.

A mesa foi composta pela Reitora, Vice-Governador, Secretária de Educação do Estado da Paraíba, Márcia Lucena, Secretária de Educação do Estado do Rio Grande do Norte, Betânia Leite Ramalho e o representante da Cátedra Unesco na Educação de Jovens e Adultos (EJA), Timothy Denis Ireland, tendo todos assinado o termo de convênio para construção do Observatório da EJA.

marcoAnocultural3

Logo após a assinatura do convênio, a Secretária de Educação Márcia Lucena propôs o descomposição da mesa para iniciar a segunda parte com a apresentação de vídeo sobre a Campanha de Educação Popular da Paraíba (CEPLAR), além de conferência com o coordenador do Círculo de Cultura, professor Marcos Guerra e, em seguida, o professor Timothy Ireland falando sobre a CEPLAR e as 40 horas de Angicos aos dias atuais.

O Marco Ano Cultural 2013 – A Cultura Freireana na Educação de Jovens e Adultos no Estado da Paraíba foi escolhida aproveitando o transcurso do aniversário de Paulo Freire, declarado Patrono da Educação Brasileira desde 2012. O evento também marca os 50 anos da aplicação da pedagogia do educador na Paraíba.

 Fonte:  Ascom-Reitoria (Fernando Caldeira/Jéssica Azevedo-estagiária) – Disponível em: http://www.ufpb.br

Entradas Mais Antigas Anteriores