Campanha em defesa de Isabel – prostituta militante perseguida por denunciar violência policial no Rio de Janeiro

A organização Davida, o projeto de extensão Observatório da Prostituição e a organização Justiça Global divulgam campanha destinada a arrecadar fundos para assistir Isabel, prostituta brasileira que está escondida desde que se manifestou contra as graves violações de direitos cometidas pela polícia do Rio de Janeiro em uma das ações policiais mais violentas* contra a prostituição ocorrida em Niterói, em 23 de maio deste ano.

Isabel é a única vítima do “23 de maio” que deu testemunho público sobre as violações de direitos humanos que ela e suas colegas sofreram. P0uco tempo depois de pronunciar-se publicamente, ela foi sequestrada por quatro homens que a cortaram com uma navalha, lhe roubaram seu documento de identidade, lhe mostraram fotos de seu filho e lhe disseram para permanecer quieta, caso contrário, perderia a vida. Desde então, Isabel está escondida e sem possibilidade de trabalhar para sustento próprio e de sua família.

Segue link da campanha:

http://cienagadebocachica.blogspot.com.br/2014/07/campana-en-apoyo-prostituta-militante.html

———————————————–

* Para saber mais sobre o que ocorreu na ação de 23 de maio consultar:

http://redlightr.io/100-sex-workers-illegally-arrested-robbed-and-raped-near-rio/

http://odia.ig.com.br/odia24horas/2014-04-02/prostitutas-param-o-transito-por-uma-hora-na-avenida-amaral-peixoto-em-niteroi.html

APROSMIG realiza segunda edição do MISS PROSTITUTA

A Associação de Prostitutas de Minas Gerais (APROSMIG) realizou a segunda edição do Miss Prostituta.  O evento foi realizado, em Belo Horizonte, no entorno da rua dos Guaicurus (a mais tradicional zona de prostituição da capital mineira). São 23 hotéis, bares, cabines de filmes eróticos, cinemas, saunas e cantinas frequentados por cerca de 4.000 profissionais do sexo.

O evento faz parte do festival Dia Sem Preconceito realizado no Shopping UAI, no qual participam diversos grupos sociais que são alvo de preconceito e discriminação, tais como evangélicos, indígenas, travestis, transexuais, prostitutas, afrodescendentes, etc. O objetivo do evento é promover a união entre esses grupos e lutar pelo fim do preconceito.  O evento foi realizado em dois dias, 27 e 28 de setembro. Na primeira noite foi realizado o concurso Miss Pantera Transex e na segunda noite o Miss Prostituta.

DSC07365

A abertura do concurso Miss Prostituta se deu com um desfile da grife DASPU – criação ligada à ONG DAVIDA (organização de prostitutas da cidade do Rio de Janeiro coordenada por Gabriela Leite – uma das lideranças do movimento de prostitutas no Brasil). A apresentação do Miss Prostituta foi realizada pela artista Elke Maravilha.

Cida Vieira (presidente APROSMIG), apresentadora Elke Maravilha e Laura (vice-presidente APROSMIG).

Cida Vieira (presidente APROSMIG), apresentadora Elke Maravilha e Laura (vice-presidente APROSMIG).

A campeã do Concurso Miss Prostituta 2013 foi a mineira de  18 anos  que adota a alcunha “Camila”.  Ela é oriunda da cidade de Entre Rios de Minas, concluiu o ensino médio e pretende cursar Enfermagem.  As demais premiadas foram: Patrícia e Mary (respectivamente, segundo  e terceiro lugar no Concurso Miss Prostituta). Patrícia também recebeu o prêmio Miss Simpatia e Rosa recebeu os títulos de Miss Fotogênica e Miss Elegância.

Vencedora do Concurso Miss Prostituta 2013

Vencedora do Concurso Miss Prostituta 2013

APROSMIG promove segunda edição do Miss Prostituta – Festival Dia Sem Preconceito

Segunda edição do Festival Dia Sem Preconceito movimenta a capital mineira com palestras, shows e desfiles que reforçam o respeito às diferenças; evento será realizado, nos dias 27 e 28 de setembro, no UAI Shopping no centro da cidade. O evento é resultado de uma parceria entre a APROSMIG (Associação de Prostitutas de Minas Gerais), ASSTRAV (Associação de Travestis de Minas Gerais) e o UAI Shopping.

Como parte do festival será realizada o II Miss Prostituta. A primeira edição desse concurso foi realizada pela APROSMIG, em 2012, e teve como objetivo exigir respeito e regulamentação do ofício da prostituta.

2 fetival dia sem preconceito_Aprosmig_shoppingUai

Para mais informações: https://www.facebook.com/festivaldiasempreconceito

Debate sobre lei 10948/01 será realizado em São Carlos

A Divisão de Políticas para Diversidade Sexual de São Carlos em parceria com a OAB/SP promoverão evento para debater a lei 10948/01 que dispõe sobre as penalidades a serem aplicadas à prática de discriminação em razão de orientação sexual e dá outras providências.  O evento será realizado no dia 19 de agosto  e contará com a participação da advogada Heloisa Alves Gama – Coordenadora de Políticas para a Diversidade Sexual do Estado de São Paulo. 

 

Data: 19 de agosto (segunda-feira), às 19h30

Local: OAB – 30 subseção de São Carlos – SP   –   Rua Dona Alexandrina, 992 – Centro

 

mãos dadas

 

17ª. Parada do Orgulho LGBT é realizada em São Paulo

Participantes se divertem sob bandeira gigante na Avenida Paulista - Foto: Fernando Donasci/UOL/Folhapress

Participantes se divertem sob bandeira gigante na Avenida Paulista – Foto: Fernando Donasci/UOL/Folhapress

Com muita chuva, música e animação foi realizada a 17ª Parada do Orgulho LGBT, nesse domingo (02.05.13), na cidade de São Paulo.  Segundo a organização quase 3 milhões de pessoas participaram do evento, já dados da Polícia Militar (coletados por volta das 14h) apontaram que cerca de 400 mil pessoas acompanharam os 17 trios elétricos que passaram pela Avenida Paulista e desceram pela Rua da Consolação.  O tema da parada deste ano foi Para o Armário Nunca Mais! União e Conscientização na Luta contra a Homofobia.

Daniela Mercury e Malu na Parada Gay -  Foto: Marcio Fernandes

Daniela Mercury e Malu na Parada Gay – Foto: Marcio Fernandes

Um dos destaques do evento deste ano foi a presença da cantora Daniela Mercury. A cantora recentemente tornou público seu relacionamento com Malu assumindo, assim, sua homossexualidade; desde então, ela tem criticado a homofobia. Daniela Mercury disse durante o evento: “A Constituição aceita todo mundo do jeito que é” e, ao cantar a canção “Qualquer maneira de amor vale a pena” – de autoria de Milton Nascimento, ela disse: “Feliciano, qualquer maneira de amor vale a pena”, fazendo alusão ao deputado Marco Feliciano (PSC) – presidente da Comissão de Direitos Humanos – que é considerado homofóbico por entidades do movimento LGBT.

Protesto contra Marco Feliciano  - Foto: Flavio Moraes/G1

Protesto contra Marco Feliciano – Foto: Flavio Moraes/G1

Museu da Diversidade Sexual é reaberto na República

O Centro de Cultura, Memória e Estudos da Diversidade Sexual – Museu da Diversidade Sexual localizado na Estação República, no centro da cidade de São Paulo, foi reaberto no dia 31.05.13 como parte das comemorações do mês do orgulho LGBT e da Parada Gay. O Museu tem como missão garantir a preservação do patrimônio cultural da comunidade LGBT brasileira, através da coleta, organização e disponibilização pública de referenciais materiais e imateriais, para valorização da importância da diversidade sexual.

O espaço, que ficou fechado dois meses para reforma, faz a reabertura com a exposição Crisálidas da fotógrafa Madalena Schwartz (1921-1993). A  mostra fica em cartaz até 30 de setembro e apresenta 34 retratos de transformistas, travestis e personagens do teatro underground paulistano feitos nas décadas de 1960 e 1970, período da ditadura militar. Na época, as imagens foram consideradas uma transgressão ao regime, por levantarem temas ligados à diversidade e à liberdade sexuais.

crisálidas_madalena_schwartz

Campanha celebra Dia Internacional da Prostituta

A Campanha “Sem vergonha de usar camisinha” lançada hoje pelo Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde é uma forma de celebrar o Dia Internacional da Prostituta e tem como objetivo dar visibilidade a esse público veiculando materiais que se oponham ao estigma da prostituição associada à infecção pelo HIV e aids.  A campanha é também uma homenagem a Rosarina Sampaio  da APROCE (Associação de Prostitutas do Ceará) – que faleceu este ano em 25 de março.  A campanha circulará nas redes sociais até o dia 2 de julho, quando acontece um seminário sobre prostituição e prevenção às DST.

campanha sem vergonha usar camisinha_2013

O material da campanha – banners e vídeos – está disponível nos links: http://www.aids.gov.br/galerias/2013/54783  e http://fb.com/mariasemvergonhaps. Esse material foi produzido durante a Oficina de Comunicação em Saúde para Profissionais do Sexo realizada entre os dias 11 e 14 de março de 2013, em João Pessoa (PB).

Participaram da Oficina representantes de organizações não governamentais, associações e movimentos sociais que atuam junto a profissionais do sexo de todas as regiões do país, apoiando o enfrentamento às DST, aids e hepatites virais, na promoção de saúde e na luta pelos direitos humanos. Durante a Oficina de Comunicação em Saúde, as participantes foram convidadas a conhecer técnicas de criação, redes sociais, produção de roteiro e vídeo com foco na disseminação de informações de prevenção nas redes sociais e produziram o blog Prostitutas Absolutas <http://prostitutasabsolutas.blogspot.com.br>.

Mulheres participam de Oficina Comunicação em Saúde para Profissionais do Sexo -  João Pessoa/PB

Mulheres participam de Oficina Comunicação em Saúde para Profissionais do Sexo – João Pessoa/PB

O prazer é todo nosso – Professores da UFSCar e Lola Benvenutti conversam sobre diversidade sexual

O evento O prazer é todo nosso – promovido pelo Centro Acadêmico (CA) de Letras em parceria com o CA de Linguística – será realizado nesta quarta-feira (29 de maio de 2013) a partir das 16h na área sul da Universidade Federal de São Carlos .  Serão debatidos os temas diversidade sexual, alteridade, educação e sexualidades transgressoras por meio de um bate-papo sobre a recente polêmica gerada em torno da posição de  Lola Benvenutti em tornar pública sua decisão em ser acompanhante.

Lola Benvenutti - graduada em Letras e acompanhante - participa de evento sobre diversidade sexual na UFSCar

Lola Benvenutti – graduada em Letras e acompanhante – participa de evento sobre diversidade sexual na UFSCar

Além da participação da acompanhante Lola Benvenutti, o evento também contará com a participação dos professores da UFSCar Jorge Leite (Ciências Sociais), Nelson Diniz (Educação) e Antón Míguez (Letras) que discutirão sobre educação, prostituição, mercado do sexo e os direitos d@s profissionais do sexo. As palestras ocorrerão no Teatro de Bolso da UFSCar. Além do bate-papo, o evento também contará com a exposição de diversos mecanismos midiáticos sobre o tema, como exibição de curtas-metragens, clipes, letras de músicas, poemas, reportagens, fotos e imagens. O encerramento contará com a participação de DJ’s.

 

UFPR promove prêmio sobre diversidade sexual

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) promove o prêmio Educando para o respeito à diversidade sexual em parceria com a Aliança Global para a Educação. O prêmio tem como objetivo “promover a inclusão plena de pessoas que são prejudicadas por causa de sua orientação sexual ou identidade de gênero, identificando, aprimorando e compartilhando conhecimentos especializados na área da educação”

Poderão concorrer ao prêmio iniciativas de promoção do respeito à diversidade sexual no ambiente educacional no Brasil, realizadas nos últimos cinco anos (2009-2013), por indivíduos ou instituições públicas e privadas. Informações sobre as inscrições, que podem ser feitas até 12 junho, estão disponíveis no site http://www.cepac.org.br e via e-mail presidente@cepac.org.br.

Segundo Toni Reis, secretário de Educação da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Travestis e Transexuais (ABGLT), o público-alvo deste evento, que emitirá certificado fornecido pela UFPR, é formado por ativistas do Movimento LGBT que trabalham na área; gestores e trabalhadores da educação. Também está aberto a representantes de organizações comunitárias e associações profissionais de classe interessadas no assunto; grupos de pesquisadores ligados às instituições de ensino superior que tenham atuação direta ou interesse no tema e à população em geral. O encontro também permitirá a definição de propostas que serão apresentadas na Conferência Nacional de Educação (Conae), que será realizada no próximo ano.

diversidade-sexual-banner-UFPR

Bairro de Belém do Pará promove partida do orgulho gay

Campinho do bairro do Parque Verde em Belém do Pará promove partida do orgulho gay. O jogo foi realizado entre as equipes As Divas de Belém do Pará e As Panteras do município de Acará.

Segue abaixo, vídeo exibido no programa Fora do Eixo da Sportv.

http://http://globotv.globo.com/sportv/fora-do-eixo/t/ultimos/v/campinho-de-bairro-em-belem-do-para-tem-partida-de-futsal-em-nome-do-orgulho-gay/2564632/

 

 

Entradas Mais Antigas Anteriores