Prostitutas da região Norte e Nordeste realizaram encontro para discutir criação de redes estaduais

Entre os dias 14 a 16 de outubro, na cidade de São Luís do Maranhão, foi realizado o VI Encontro de Prostitutas para Mobilização e Criação das Redes Estaduais das Regiões Norte e Nordeste.  No evento, foi formulada uma carta dirigida ao Departamento de DST, AIDS e HV, na qual afirmam a necessidade de manutenção do diálogo com esse organismo do Ministério da Saúde, afirmam a necessidade de fortalecimento da Rede Brasileira de Prostitutas e do protagonismo das prostitutas no enfrentamento às DST, Aids e hepatites virais.  Segue, abaixo,  a carta que foi veiculada no site do Departamento de DST, Aids e HV.

VI Encontro de Prostitutas   das regiões Norte e Nordeste

VI Encontro de Prostitutas das regiões Norte e Nordeste

CARTA AO DEPARTAMENTO DE DST, AIDS E HV – MINISTÉRIO DA SAÚDE

Nós, mulheres prostitutas, estivemos reunidas no “VI ENCONTRO DE PROSTITUTAS PARA MOBILIZAÇÃO E CRIAÇÃO DAS REDES ESTADUAIS DAS REGIÕES NORTE E NORDESTE”, realizado nos dias 14, 15 e 16 de outubro de 2013, na cidade de São Luís/MA.

O Encontro contou com a participação do Poder Público das esferas Municipal, Estadual e Federal, contando com apoio de diversas entidades da sociedade civil organizada local e das regiões Norte e Nordeste.

No decorrer dos debates foi consensuada a necessidade do fortalecimento da REDE BRASILEIRA DAS PROSTITUTAS, trabalhando-se pela consolidação e ampliação de parcerias para a construção das políticas públicas a serem desenvolvidas nas três esferas de governo.

Decidimos pela continuidade das bandeiras de luta criadas pelas companheiras Gabriela Leite (in memorian) e Lurdes Barreto e encampadas pelas organizações aqui representadas, com especial destaque para todo o legado baseado na Carta de Princípios da Rede Brasileira das Prostitutas, de 06 de dezembro de 2008, no Encontro do Rio de Janeiro (Carta em anexo).

Nesta ocasião, também deliberamos que será retomado o diálogo e a parceria com o Departamento Nacional de DST, AIDS e Hepatites Virais – Ministério da Saúde, por ser reconhecido como importante parceiro na construção de políticas públicas e no fortalecimento das ações com o movimento de mulheres prostitutas do país.

Em razão disso, solicitamos a realização de reunião com o Ministério da Saúde, por meio do Departamento Nacional de DST, AIDS e Hepatites Virais, supracitado, para construção de uma agenda de trabalho em parceria.

Certas do fortalecimento de nossas parcerias e celeridade no atendimento da presente manifestação, protagonizaremos o enfrentamento às DST, AIDS e Hepatites Virais.

Assinam este documento as associações listadas abaixo:

  • APROSBA (Associação das Prostitutas da Bahia)
  • APPS (Associação Pernambucana de Profissionais do Sexo)
  • APROSMA (Associação das Profissionais do Sexo do Maranhão)
  • APROS-PB (Associação das Prostitutas da Paraíba)
  • ASPRORN (Associação dos e das Profissionais do Sexo e Congêneres do Rio Grande do Norte)
  • APROSPI (Associação das Prostitutas do Piauí)
  • CIPMAC (Centro Informativo de Prevenção, Mobilização e Aconselhamento aos Profissionais do sexo de Campina Grande – PB)
  • GEMPAC (Grupo de Mulheres Prostitutas do Estado do Pará)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: