Documentário ‘Os silenciados não mudam o mundo’ aborda o pensamento de Paulo Freire

Alexandre Alencar é o diretor do documentário Os silenciados não mudam o mundo que retrata o pensamento do educador pernambucano Paulo Freire (1921-1997). O filme tem como eixo o áudio de uma entrevista inédita do filósofo e educador, na qual ele fala sobre rebeldia, amor e autoritarismo, e que serve de fio-condutor para a construção de dois personagens, um do sertão pernambucano e outro da capital, Recife.

Produzido com incentivo do Governo do Estado, a partir do Funcultura, o documentário pré-estreou, em janeiro, no cinema da Fundação Joaquim Nabuco, em Recife. O título do documentário é uma alusão a uma citação de Freire presente na obra Pedagogia dos Sonhos Possíveis que reúne textos do educador sob organização de Nita Freire.

“A liberdade que não faz uma coisa porque teme o castigo não está ‘eticizando-se’. É preciso que eu aceite a necessidade ética, aí o limite é compromisso e não mais imposição, é assunção. O castigo não faz isso. O castigo pode criar docilidade, silêncio. Mas os silenciados não mudam o mundo.”  (Paulo Freire – Pedagogia dos Sonhos Possíveis – Org. Ana Maria A. Freire – Ed. Unesp)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: