HQ Desterro – parceria entre Ferréz e Alexandre de Maio – ecoa vozes da periferia

Foi lançado no dia 23.11.12, na HQ Mix, a HQ Desterro fruto de uma parceria entre Ferréz e Alexandre de Maio.  Esse trabalho marca o lançamento do selo Contraculturas, editado pelo jornalista Carlos Minuano e publicado pela Anadarco Editora. Ecoando as vozes da periferia, Ferréz e De Maio deram vida a uma epopeia essencialmente contracultural, recheada com uma galeria de banidos que se equilibram na perigosa corda bamba dos autênticos desterros modernos, as periferias das grandes cidades.

Detalhe de 'Desterro', HQ de Ferréz e Alexandre de Maio

Detalhe de ‘Desterro’, HQ de Ferréz e Alexandre de Maio

De acordo com De Maio, “o ‘Desterro’ veio para desestigmatizar a imagem do criminoso na periferia, esse cara que todo mundo quer eliminar, matar e banir da sociedade. Mostramos um pouco a origem disso tudo, o que fez ele se tornar um bandido, mostramos para além das estatísticas policiais”, questionando a cobertura rasa feita pela mídia sobre a onda de violência que tomou conta da periferia no segundo semestre de 2012.

Ferréz também fez referência ao clima atual vivido nas periferias e lembrou dos assassinatos dos civis, que para ele tem um culpado direto: “Com o Desterro nós estamos chamando a responsabilidade, vamos poder falar em todo lançamento, em qualquer lugar, sobre a covardia que está acontecendo nas nossas quebradas, das mortes causadas pela Polícia Militar, a PM é a principal assassina nas quebradas.” O escritor de “Capão Pecado” salientou que o livro é, ao mesmo tempo, uma homenagem póstuma às vítimas das chacinas e ataques, e um protesto contra a “guerra que não é nossa.”

O cartunista Laerte esteve presente no lançamento da HQ e empolgado com a possibilidade de ver sua arte se tornando uma plataforma de comunicação para artistas dos subúrbios paulistas. “Os quadrinhos estão, agora, servindo como expressão para as pessoas da periferia, é bom saber disso. Esse caldeirão da periferia é muito maior do que as pessoas pensam. O ‘Desterro’ é um filme, me parece que o Ferréz e o Alexandre tinham essa intenção muito clara e não é comum você ver histórias em HQ de 172 páginas. Quanta coragem, não?”.

Laerte esteve no lançamento de “Desterro”, com Alexandre De Maio (Foto: Igor Carvalho)

Laerte esteve no lançamento de “Desterro”, com Alexandre De Maio (Foto: Igor Carvalho)

 

Fontes:

http://www.spressosp.com.br/2012/11/hq-desterro-debate-a-periferia-em-nova-linguagem

http://centralhiphop.uol.com.br/novochh/arquivo/18690

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: