25 novembro – Dia internacional pela eliminação da violência contra as mulheres

 O dia 25 de novembro é considerado como dia internacional pela eliminação da violência contra as mulheres. De acordo com Ban Ki-moon – secretário geral das Nações Unidas (ONU) –  “a violência contra mulheres e meninas tem muitas formas e é generalizada em todo o mundo. Ela inclui estupro, violência doméstica, assédio no trabalho, abusos na escola, mutilação genital e a violência sexual em conflitos armados. Ela é predominantemente causada por homens. Seja em países desenvolvidos ou em desenvolvimento, a perversidade desta violência deve chocar a todos. A violência – e, em muitos casos, a simples ameaça da mesma – é uma das barreiras mais significantes para a plena igualdade das mulheres.”

 A violência de gênero é uma ameaça que precisa ser eliminada em sociedades que visam a justiça, a paz e a equidade. Muito ainda precisa ser feito nesse sentido, mas não podemos deixar de considerar as conquistas já alcançadas como bem destaca Michelle Bachelet (diretora-executiva da ONU Mulheres) nos excertos abaixo extraídos do site da ONU Brasil.

 “Neste 25 de novembro, comemoramos o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres. Nas últimas décadas, testemunhamos grandes avanços: na atualidade, 125 países possuem leis específicas que penalizam a violência doméstica, algo inimaginável há 20 anos. O Conselho de Segurança da ONU reconheceu a violência sexual como tática de guerra deliberada e planejada (…). Na verdade, demorou bastante, mas essas conquistas já são um caminho sem volta. No entanto, este 25 de novembro nos encontra, novamente, distantes de nossos objetivos de que milhões de mulheres e meninas vivam livres de discriminação e violência. Hoje, 603 milhões de mulheres e meninas vivem em países onde a violência doméstica ainda não é considerada crime. Seis em cada dez mulheres já sofreram violência física e/ou sexual na sua vida. A violência sexual continua presente nos países, tanto em tempos de paz quanto em períodos de conflito. Diariamente, o femicídio assola os nossos países, em alguns sob a mais absoluta impunidade.”

Segue, abaixo, vinheta da Campanha do Laço Branco promovida, no Brasil, desde 2001 pelo Instituto Papai*. Essa campanha objetiva sensibilizar, envolver e engajar homens na busca pelo fim da violência contra a mulher, promovendo a equidade de gênero por meio de ações sociais nas áreas dos direitos humanos, saúde, educação, trabalho, justiça e segurança pública.

 

________________________

* O Instituto Papai defende que as ações pelo fim da violência contra as mulheres devem passar pelo engajamento dos homens, inclusive de jovens e adolescentes, já que a agressão cometida contra as mulheres se relaciona à forte presença do machismo e da homofobia que, infelizmente, ainda marcam a educação de muitos brasileiros.

Fontes: http://www.papai.org.br

http://www.onu.org.br/a-violencia-contra-as-mulheres-e-meninas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: